Secretários de Alckmin também são citados em delações da Odebrecht

Secretários de Alckmin também são citados em delações da Odebrecht

.

Luiza Pollo

21 Dezembro 2016 | 05h30

Foto: Wilson Pedrosa/Estadão

Foto: Wilson Pedrosa/Estadão

Além do cunhado, secretários do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também são acusados em delações da Odebrecht de receberem dinheiro para caixa dois de campanha.

Em delação premiada, Adhemar Ribeiro, cunhado do governador, é mencionado como operador do caixa dois do tucano em 2010.  Ele teria recebido R$ 2 milhões em espécie.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

Geraldo Alckmin