STF deve afastar Cunha se impeachment for aprovado

STF deve afastar Cunha se impeachment for aprovado

-

Luiza Pollo

30 Abril 2016 | 04h30

ADCU318  BSB -  04/02/2015  - CÂMARA / CUNHA -  POLITICA - Deputado Eduardo Cunha presidente da Câmara preside sessão no pleário da Câmara dos Deputados, em Brasilia.  FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO

FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO

Um ministro do STF disse numa roda de conversa que se o impeachment da presidente Dilma Rousseff for aprovado, a Corte decidirá pela saída do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu o afastamento de Cunha em dezembro, mas os ministros estão protelando a decisão por considerar que não há motivos para concordar com Janot. Ao mesmo tempo, se mantiverem Cunha, a leitura poderia ser a de que o estariam absolvendo.

O cenário muda a partir da aprovação do impeachment. Nesse caso, Cunha estará próximo de se tornar o segundo na linha sucessória do país. E sendo réu acusado de corrupção pela Operação Lava Jato não poderia assumir a presidência da República na ausência de Michel Temer.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

impeachmentimpeachment