No Planalto, aposta é que Lula irá para prisão domiciliar

No Planalto, aposta é que Lula irá para prisão domiciliar

Coluna do Estadão

04 Abril 2018 | 02h38

Foto: Daniel Teixeira/Estadão

O resultado do julgamento do HC do ex-presidente Lula causa apreensão no Planalto. A maior preocupação é com a forte reação popular caso os ministros do Supremo livrem o petista da prisão. Não há dúvidas de que esse resultado levará o povo às ruas e o governo também vai virar alvo das manifestações. O que não significa que haja torcida para que Lula seja preso. A aposta no Planalto é que a Corte tomará nesta quarta, 4, uma decisão política e pelo caminho do meio. Colocará o petista em prisão domiciliar, livrando-o do regime fechado.

Esperando na janela. Um interlocutor frequente do presidente Michel Temer resume o sentimento no Planalto: “Quem diria que um dia a gente iria esperar por uma posição política da Corte suprema?”, diz.

Estica e puxa. No Congresso, há apostas de parlamentares de que haverá um acordão entre Supremo e TSE para salvar Lula da prisão em troca de ele abrir mão da candidatura.

Em capítulos. O julgamento do HC de Lula pode durar mais de um dia. A depender do clima na Corte e do tempo da sessão, não está descartada interrupção.

Fechando o cerco. A PF está em contato com a ANTT para monitorar manifestantes a caminho de Brasília contra e a favor de Lula. A agência reguladora tem informações sobre caravanas de ônibus.

Não recuo. O ministro Carlos Marun garante que não desistiu de pedir o impeachment do ministro Luís Roberto Barroso, que prendeu amigos de Temer. Diz esperar apenas o HC de Lula ser julgado.

Telefone… Na sua viagem a Belo Horizonte, segunda, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, passou metade do tempo explicando como vai conduzir eventual terceira denúncia contra Michel Temer.

…sem fio. Depois de repetir que agirá da mesma maneira que as denúncias anteriores, um deputado pergunta se Maia já explicou isso para a mãe dele, Mariangeles. Em julho, ela pediu ao filho que fosse leal ao presidente Temer.

Dou-lhe uma… O MDB de Minas Gerais voltou a colocar a corda no pescoço do presidente Michel Temer. Desta vez, está de olho no Ministério da Integração Nacional.

…dou-lhe duas… Se não der Integração, topam o Ministério de Minas e Energia. A bancada indicou o deputado Felipe Saraiva, que abriu mão da reeleição.

…dou-lhe três. Se Temer rejeitar indicar Saraiva para o primeiro escalão, a bancada vai minguar ainda mais. Três emedebistas mineiros ameaçam deixar a legenda.

CLICK. Ex-marqueteiro de Marcelo Crivella, Marcelo Vitorino deu palestra para 100 assessores no plenário 2 da Câmara. Ensinou a usar ferramentas digitais na campanha.

FOTO: Naira Trindade/AE

Anota aí. A premiada jornalista Elvira Lobato lança em Brasília, nesta quarta, o livro Antenas da Floresta, a saga das TVs da Amazônia. O evento será das 19h às 22h, no Carpe Diem.

Cada um na sua. O advogado José Yunes e o coronel João Baptista Lima têm o presidente Michel Temer como amigo em comum, mas não mantêm nenhuma relação pessoal. Os dois foram presos semana passada na Operação Skala e assessoraram o presidente.

FRENTE A FRENTE:  

Kim Kataguiri – Líder do MBL 

“Juízes e promotores já avisaram: soltar Lula vai gerar um efeito cascata. O STF não pode aceitar essa besteira.”

Gleisi Hoffmann – Presidente do PT 

“O que está em jogo é o direito de garantir a ampla defesa para todos os brasileiros. STF defenda a Constituição!”

COM REPORTAGEM DE NAIRA TRINDADE E LEONEL ROCHA

Coluna do Estadão:
Twitter:
 @colunadoestadao
Facebook:
 facebook.com/colunadoestadao
Instagram:
 @colunadoestadão