Ministério das Comunicações manda Anatel reabrir processo do PGMU; veja ofício

Andreza Matais

12 Outubro 2017 | 12h38

Foto: Divulgação

O Ministério das Comunicações enviou ofício à Anatel determinando a reabertura do prazo para discussão com as operadoras sobre o valor que elas devem pagar de saldo ao final dos contratos de concessão  e também sobre os investimentos que devem realizar.

As empresas se recusaram a assinar o Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU) que determina os investimentos ao discordarem do valor e de alguns pontos. O ministério mandou a agência, que é independente, resolver o impasse.

A avaliação de técnicos da Anatel é de que a medida foi feita para a Oi. A determinação partiu do secretário de telecomunicações, André Borges, ex-Oi.


Com a palavra. Borges diz que não escreveu o texto para atender a Oi e que ter trabalhado nela lhe deu experiência para ocupar o cargo no ministério.