Governo pressiona PT para votar PEC do Teto dos Gastos no Senado

Governo pressiona PT para votar PEC do Teto dos Gastos no Senado

.

Luiza Pollo

07 Dezembro 2016 | 05h00

ED201202098369 BSB 09/02/12 VIANA/ENTREVISTA NACIONAL O senador Jorge Viana posa para foto em seu gabinete.FOTO ED FERREIRA/AE.

Foto: Ed Ferreira/Estadão


Os rumores de que o senador Jorge Viana (PT-AC) não vai colocar em votação a PEC do Teto dos Gastos, caso assuma a presidência do Senado, provocaram tenso diálogo entre o líder da minoria, Lindbergh Farias (PT-RJ), e senadores da base de Michel Temer. No gabinete do líder do governo no Congresso, Romero Jucá, o petista foi instado a garantir o acordo para votar a medida e lembrado de que em fevereiro o PMDB reassume o comando do Senado e pode deixar o PT de fora do comando das comissões, relatorias e vagas na Mesa Diretora.

Lindbergh Farias irritou tucanos e peemedebistas que participaram da conversa quando disse que o PT não pode ser acusado de romper o acordo porque as circunstâncias mudaram.

Os governistas se fiam em Jorge Viana para votar a PEC do Teto dos Gastos. “Tenho a segurança de que ele vai ocupar o lugar de presidente de uma instituição e não de um diretório do PT”, diz o líder do governo no Senado, Aloysio Nunes (PSDB-SP).


Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao