Exclusivo: Fux tira auxílio-moradia da pauta do Supremo

Exclusivo: Fux tira auxílio-moradia da pauta do Supremo

Andreza Matais

21 Março 2018 | 15h11

O ministro do Supremo Luiz Fux retirou da pauta do tribunal a votação sobre o auxílio-moradia marcada para quinta, 22. Ministros indicavam que poderiam acabar com o benefício, que motivou protestos de juízes em todo o País.

O ministro Fux tomou a decisão a partir de posição da Advocacia Geral da União (AGU) que informou ao Supremo não se opor à criação de uma mesa de diálogo de conciliação para discutir o auxílio-moradia. O despacho foi assinado hoje pela ministra Grace Mendonça e encaminhado ao ministro Fux, relator da da ação, que também decidiu nesta quarta-feira.

 

A decisão de Fux foi dada em ação impetrada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) que solicitou a abertura da discussão na Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal. O ministro Fux é o relator da ação que recebeu o número 1946.

“Em consequencia, retire-se temporariamente as referidas ações da pauta de julgamento do plenário deste Supremo até ulterior deliberação nestes autos”, escreveu o ministro.

Foi o ministro Luiz Fux quem estendeu o auxilio-moradia a toda a magistratura, independentemente de o juiz ter ou não moradia própria. A filha do ministro, desembargadora no Rio, recebe o benefício de R$ 4.300,00 (Andreza Matais)