Encontro “casual” de Janot e advogado de Joesley foi em distribuidora de bebidas; Veja imagens

Encontro “casual” de Janot e advogado de Joesley foi em distribuidora de bebidas; Veja imagens

Andreza Matais

11 Setembro 2017 | 14h23

O boteco aonde se encontraram “casualmente” o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o advogado Pierpaolo Bottini, defensor do delator Joesley Batista, é, na verdade, uma distribuidora de bebidas, com pouquíssimas mesas disponíveis na parte externa.

A Coluna visitou o local. A mesa em que os dois estavam foi colocada dentro do pequeno estabelecimento para acomodá-los de forma que não fossem vistos. No domingo, a mesa não estava mais naquele cantinho entre caixas e garrafas.

A imagem do encontro entre Janot e o advogado foi revelada pelo site O Antagonista. Janot disse que frequenta o local “rotineiramente” e que não tratou com o defensor de assuntos de natureza profissional. Já Bottini afirma que o encontro, na distribuidora de bebidas, foi casual. O advogado mora em São Paulo.

A conversa informal entre Janot e o advogado ocorreu após o procurador-geral ter pedido a prisão do cliente dele. Na ocasião, o fato já era público. Mas não era notório que o procurador também havia pedido busca e apreensão nos endereços de Joesley, do executivo da JBS Ricardo Saud e do ex-procurador Marcelo Miller, acusado de atuar como agente duplo quando trabalhava como braço direito de Janot na PGR. Esses mandados foram cumpridos hoje pela PF, dois dias depois da conversa na distribuidora de bebidas.