Delator de Temer cita “ligações telefônicas” como prova

Delator de Temer cita “ligações telefônicas” como prova

;

Luiza Pollo

14 Dezembro 2016 | 05h00

Sinais Particulares: Temer e Janot. Ilustração: Kleber Sales

Sinais Particulares: Temer e Janot. Ilustração: Kleber Sales

O Planalto está apreensivo com um ponto do anexo de delação do ex-executivo da Odebrecht Cláudio Melo. No capítulo em que narra suposto pedido de dinheiro pelo presidente Michel Temer e a entrega de valores no escritório de José Yunes, assessor da Presidência, Melo diz que seu relato acompanha “elementos relevantes” de prova, como “ligações telefônicas”. Ressalta que “os dados de corroboração são fortes e permitem que a investigação vá bem além daquilo que o simples acesso ao sistema (de pagamentos) da empreiteira pode permitir”.

 


abre2

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

Michel Temer