Conselho de Ética decide se pune Jean Wyllys por cuspe em Bolsonaro

Luiza Pollo

13 Dezembro 2016 | 16h02

Foto: Marcos de Paula/Estadão

Foto: Marcos de Paula/Estadão

O Conselho de Ética da Câmara decide neste momento se aplica punição ao deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) por ter cuspido no deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Wyllys não está presente na sessão. Ele é acusado de ferir o decoro parlamentar ao cuspir no colega, em 17 de abril, no plenário da Câmara, durante a votação da admissibilidade do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. O relator é o deputado Ricardo Izar (PP-SP). (Naira  Trindade)