Comissão aplica censura ética a Geddel

Luiza Pollo

15 Dezembro 2016 | 11h49

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu, por unanimidade, nesta quinta-feira (15) aplicar censura ética ao ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima por ter omitido a compra do apartamento na declaração apresentada à Comissão. A censura não impede Geddel de assumir cargos públicos. Por não ser mais ministro, era a única sanção possível de ser aplicada pela comissão. Ela é uma espécie de mancha no currículo de Geddel. Agora, o voto vai ser  encaminhado ao Ministério Público Federal, pois a Comissão acredita que haja indícios  de crimes. (Naira Trindade)