“Chama o Fufuca”, brincam deputados que tentavam ouvir entrevista de Janot

Vera Rosa

04 Setembro 2017 | 21h47

Foto: Reprodução/Facebook

 

Informados de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, faria um pronunciamento, 15 deputados correram até o cafezinho da Câmara para assistir. Acomodaram-se nas cadeiras em frente à TV, mas não conseguiam ouvir quase nada do que Janot dizia, porque ninguém acertava aumentar o som no controle remoto. Até que Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) gritou: “Chama o Fufuca que ele resolve”. Era uma referência ao presidente interino da Câmara, André Fufuca (PP-MA), alvo de zombaria por causa do sobrenome. Ninguém, no entanto, levantou-se dali para chamar Fufuca.