Cadeira de R$ 15 mil foi registrada na Junta Comercial por filho de Lula

Cadeira de R$ 15 mil foi registrada na Junta Comercial por filho de Lula

-

Andreza Matais

29 Abril 2016 | 13h17

O advogado Roberto Teixeira, que defende a família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, divulgou nota na qual diz que não houve a compra de uma cadeira de couro pela LFT Marketing Esportivo, empresa de Luís Claudio Lula da Silva, filho mais novo do petista.A compra da cadeira foi informada pelo próprio Luís Claudio no balanço da empresa, registrado na Junta Comercial do Estado de São Paulo. No documento consta como patrimônio “cadeira madri alto coro ecológico”, no valor de R$ 14.850,00, além de uma poltrona barcelona couro ecológico, no valor de R$ 2.394, e de uma poltrona Beta médio couro ecológico, por R$ 435,00. O balanço é assinado por Luís Claudio em 31 de dezembro de 2012, no qual ele atesta que “reconhece a exatidão do presente balanço patrimonial”.

Balanço LULA1

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao