Andreza Matais: Senado teria votos para livrar Aécio hoje, mas decidiu tentar última cartada

Luiza Pollo

28 Setembro 2017 | 19h16

 

O adiamento pelo Senado para a próxima terça-feira da decisão que pode devolver o mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG) levou em conta um cálculo político. Os articuladores do Senado avaliam que nesse tempo o Supremo Tribunal Federal pode ele mesmo rever as punições aplicadas ao tucano, o que evitaria o confronto com o Legislativo. Se fosse tomar uma decisão hoje, o Senado teria votos para salvar Aécio.