“A sociedade quer sangue, e acha que terá sangue na 1ª instância”, diz ministro do STF sobre fim do foro

Coluna do Estadão

20 Abril 2017 | 06h30

 

Prédio do Supremo Tribunal Federal. Foto: Divulgação

Prédio do Supremo Tribunal Federal. Foto: Divulgação

De um ministro do STF, sobre o julgamento de ação que pode restringir o foro privilegiado marcado para o dia 31 de maio: “A sociedade quer sangue, e acha que terá sangue na primeira instância”.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao