Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » Muitas reclamações de lojas online

Política

crespoangela

19 Fevereiro 2008 | 10h48

ANGELA CRESPO

Foram 78 cartas, 18,7% do total de 415 recebidas, contra lojas virtuais durante o mês de janeiro

Marcelo A. Guedes fez algumas compras de Natal na Americanas.com no dia 19/12, com a promessa de que os produtos seriam enviados até 21/12. Eles só chegaram no dia 26/1, mais de um mês depois. Assim como ele, outros 28 leitores enviaram carta, durante o mês de janeiro, para a coluna Advogado de Defesa reclamando de não terem recebido seus produtos ou esses terem sido entregues com defeitos pela Americanas.
Essas reclamações valeram à loja virtual a segunda colocação entre as empresas mais reclamadas no Ranking do Advogado de Defesa, ao lado da Submarino, que também teve 29 cartas. Outras lojas online aparecem no ranking, como Ponto Frio, com 7 cartas, Livraria Saraiva, com 6, Shoptime, com 5, e Magazine Luiza, com 2.
As lojas virtuais não justificam as razões pelas quais ocorreram tanto atrasos. Apenas dizem, por meio de notas, que “não medem esforços para melhorar os processos”.
O comércio eletrônico no Brasil, segundo dados da E-bit, empresa de pesquisa, cresceu 55% em relação ao ano anterior, mas com um triste resultado: 23% dos pedidos de Natal não foram entregues a tempo.
Em casos de não entrega de produto comprado em loja virtual, o consumidor deve falar com o fornecedor para saber como agir. Se quiser, pode cancelar a compra enviando carta à empresa assim como à administradora do cartão de crédito, para se precaver de futuras cobranças. E os especialistas em defesa do consumidor garantem que, caso a compra tenha sido paga após o pedido do cancelamento, o cliente tem direito a receber o valor em dobro, uma vez que fica caracterizada cobrança indevida. Ainda pode ser requerida reparação moral, um direito reconhecido nos casos em que o atraso na entrega ocorre em situações especiais, como compras para presente em datas importantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato