Falta de médicos em convênio rende indenização

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou o Plano Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) a pagar 54,2 mil a um idoso, de 80 anos. Ele teve de contratar de emergência equipe médica para uma revascularização do miocárdio, porque a Cassi alegou que não tinha cirurgiões cardíacos credenciados

Marcelo Moreira

07 Dezembro 2010 | 12h35

 O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou o Plano Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) a pagar 54,2 mil a um idoso, de 80 anos. Ele teve de contratar de emergência equipe médica para uma revascularização do miocárdio, porque a Cassi alegou que não tinha cirurgiões cardíacos credenciados.

Mais conteúdo sobre:

Banco do BrasilCassiindenização