Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » É vantajoso comprar carro por leasing?

Política

crespoangela

31 Março 2008 | 09h32

SAULO LUZ
Concessionárias e vendedoras de carros costumam apresentar o leasing como uma forma de financiamento. Apesar de algumas semelhanças, o leasing é uma operação com características próprias e o consumidor deve prestar muita atenção no contrato antes de fechar o negócio.
O leasing, também denominado arrendamento mercantil, é uma operação em que a financiera cede ao cliente o uso do automóvel por um prazo determinado, recebendo em troca uma contraprestação. A operação se assemelha, no sentido financeiro, a um financiamento pago por determinado número de prestações (aluguéis), colocando o próprio veículo comprado como garantia de pagamento. Ao final do contrato de arrendamento, o arrendatário pode comprar o bem por valor previamente contratado, renovar o contrato por um novo prazo ou devolver o bem ao arrendador. “O leasing original é, na verdade, o aluguel de um veículo com opção de compra. A decisão de comprar ou não pode ser tomada no início, durante ou no final do contrato. O que atrai no leasing é que, com a ausência do IOF, a taxa de juros é um pouco menor que a do Crédito Direto ao Consumidor (CDC)”, esclarece Hessia Costilla, economista da Pro Teste.
Além disso, hoje é comum que as concessionárias ofereçam um leasing onde o valor da opção de compra final é parcelado e acrescentado às prestações do arrendamento, ou seja, não é preciso esperar o final do contrato para pagar o valor de compra. Com isso, o leasing pode apresentar semelhanças ao CDC, mas é preciso atentar para as diferenças.
Quando você opta pela compra, a instituição não dá a opção de você mudar de idéia e não adquirir o carro. Além disso, no leasing só é possível liquidar as parcelas a partir do 24º mês, enquanto no CDC você pode quitar o valor a qualquer momento. Também é importante lembrar que no leasing, você não é proprietário real do carro, ao contrário do financiamento comum, onde o veículo fica no seu nome mesmo durante o financiamento. “É por isto que não é possível vender um carro adquirido por leasing antes de quitar todo o valor dele. Além disso, em caso de não pagamento de parcelas, a retomada do veículo é mais rápida. Já no CDC, o carro fica alienado, mas é seu”, completa Hessia. “Se você for numa concessionária vão falar que o leasing é melhor. E realmente é mais barato. Mas não é muito seguro. É importante que o consumidor não leve em consideração apenas o porcentual de juros, mas a segurança da compra”, finaliza.

Encontrou algum erro? Entre em contato