Definido modelo de plugues e tomadas

sauloluz

29 Outubro 2009 | 14h08

SAULO LUZ – JORNAL DA TARDE

As tomadas e plugues usados no Brasil passarão a ter um padrão obrigatório a partir do ano que vem. O pino chato desaparece e permanecem apenas dois modelos de plugues e tomadas, de dois e três pinos arredondados. Essa medida tem como objetivo evitar o desperdício de energia, sobrecarga e o superaquecimento da instalação, que pode causar curto-circuito e incêndio.

A unificação dos dispositivos foi divulgada ontem pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) e pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A mudança será feita em quatro etapas, a primeira começando em janeiro de 2010 e a última em julho de 2011. Até lá, toda as empresas desse segmento terão de adaptar seus produtos à nova norma.

Atualmente, vários modelos de plugues e tomadas estão em uso no País
(são mais 12 tipos de plugues e 8 tipos de tomadas). Com isso, são frequentes as falhas de ajuste entre plugue e tomada. “Nos últimos dez anos, mais de 35 mil incêndios foram provocados por problemas semelhantes em São Paulo”, diz Alfredo Lobo, diretor de qualidade do Inmetro.

Com a nova norma ABNT, o pino chato desaparece e todas as tomadas
terão sempre entradas para três pinos redondos. Já os plugues poderão
ter dois ou três pinos. “O terceiro pino faz o papel do fio terra para aparelhos que não têm isolamento, como ar condicionado, geladeiras, freezers e máquinas de lavar. A função dele é evitar que o consumidor sofra um choque ao ligar aparelhos que geralmente descarregam corrente elétrica excedente”, diz Lobo.

Assim como as tomadas, os pinos terão diâmetros diferenciados
conforme a corrente elétrica que o aparelho necessita para funcionar: 4 milímetros (mm) para aparelhos que operam com até 10 ampères e 4,8 mm para entre 10 e 20 ampères. “Isto impede que um aparelho de maior amperagem possa ser conectado em instalação de até 10, sobrecarregando-a”, afirma Lobo.

A partir de 1º de janeiro de 2010, a indústria só poderá fabricar
eletrônicos com os novos plugues. Em 1º de outubro de 2010, vence o prazo
para que os fabricantes e importadores coloquem produtos com plugues antigos no varejo. Em 1º de janeiro de 2011, vence o prazo para que o comércio varejista venda, de maneira avulsa, plugues e tomadas do modelo antigo.

A etapa final será 1º de julho de 2011, quando todo o comércio só poderá vender aparelhos eletroeletrônicos com plugue do novo padrão.

O analista de normas técnicas da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Geraldo Nawa, afirma que os fabricantes já estão se adaptando. “A parte mais difícil é dos aparelhos que terão de usar três pinos, mas as empresas vão se adequar”, diz.

Para Lobo, o ideal é que os consumidores já comecem a trocar as tomadas
(fazendo o aterramento) e os cabos de plugues dos aparelhos. “O próprio
consumidor pode trocar o fio do aparelho ou pedir isso à assistência técnica autorizada, que já terá o novo cabo. Mas isso não vai ser necessário já que também será possível utilizar um modelo padrão de adaptador e tomada móvel”, finaliza.