1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Plenário do STF julga afastamento de Renan

Ministros analisam decisão liminar de Marco Aurélio Mello que determinava que o peemedebista deixasse a presidência do Senado

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, incluiu como item número 1 na pauta da sessão desta quarta-feira, 7, o julgamento sobre a liminar do ministro Marco Aurélio Mello que afastou o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) do cargo de presidente do Senado. Ela e pelo menos quatro outros ministros da Corte buscaram durante toda a terça-feira, 6, amenizar a crise entre Judiciário e Legislativo.

 

A negociação prevê que o plenário acate apenas em parte o mérito da ação proposta pela Rede pelo afastamento de Renan da presidência do Senado. A intenção é garantir o senador na função de comando, mas impedi-lo preventivamente de assumir a Presidência da República na ausência de Michel Temer.

 

O plenário do STF é considerado a única instância capaz de estancar uma grave crise entre os Poderes. A avaliação é de que foi criado um impasse institucional.




Minuto a Minuto