Política

politica

Câmara faz eleição para novo presidente da Casa

Seis candidatos estão na disputa; eleito também será o primeiro na linha sucessória da Presidência da República

Apesar do favoritismo de Rodrigo Maia (DEM-RJ), que substituiu o deputado cassado - e preso nas investigações da Lava Jato - Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Casa, cinco outros candidatos ao cargo se registraram: Júlio Delgado (PSB-MG), Jovair Arantes (PTB-GO), André Figueiredo (PDT-CE), Luiz Erundina (PSOl-SP) e Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

Para ser eleito em primeiro turno, o candidato mais votado terá de obter metade mais um do total de votos (maioria absoluta), observado o quórum mínimo de 257 votantes. Se isso não ocorrer, os dois mais votados irão a segundo turno e será eleito o que obtiver maioria simples. Em ambos os casos, os votos em branco serão contados para efeito de quórum, mas não serão contabilizados os votos nulos.

 

02/02/2017, 08h26

ACOMPANHE AO VIVO

Atualizar
  • 14h28

    21/02/2017

    Moraes afirma não haver modelo ideal de escolha de ministros de Supremas Cortes. Ele faz referência ao caso português. Em Portugal, 10 integrantes do Tribunal Constitucional são eleitos pela Assembleia da República e três são escolhidos pela própria Corte. Os 13 membros têm mandatos de nove anos, sem reeleição. Ao menos seis são escolhidos entre juízes de outros tribunais, e as nomeações restantes são de juristas.

  • 14h23

    21/02/2017

    Moraes responde a questionamento sobre formas de indicação de ministros do STF. Veja como funciona em outros países. http://bit.ly/2lnmpXN

     

     

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.